22 ago 2019

Bora tirar um espaço aqui do blog pra falar de TECNOLOGIA, mais precisamente pra galera que curte games de qualidade, não só na jogabilidade, mas nos GRÁFICOS.

Quando pensamos em gráficos, já se pensa em placa de vídeo, ou em um console de ponta, mas não se fala muito na qualidade da TELA que vai mostrar o que essa parada toda pode fazer. Pegar uma super máquina tunada e equipada, com motor V8, resolução 50K, 7 placas de vídeo, e ligar essa parafernalha toda num monitor comum, é praticamente o mesmo que ter uma Ferrari e só poder dirigir na rua de casa. O monitor faz toda a diferença na qualidade da imagem final, aquela que seus olhos enxergam.

Eu sei que muita gente não sabe das vantagens de ter um monitor gamer em casa. Eu mesmo não fazia ideia de que precisava de algo assim pra seguir FELIZ. A vida da pessoa muda no dia que ela percebe a diferença entre um monitor de alta frequência e um monitor comum. É como beijar seu professor de geografia e depois beijar a Rihanna.

E vejam bem, “Gamer” é só um jeito de falar, porque a melhor parte de ter um monitor 144hz, na minha humilde opinião, é essa:

Isso aqui, galera, é qualidade e SAÚDE, porque cansa menos seus olhos. E quando você já comeu três pacotes de bolacha e cinco litros de refri jogando, é porque você tá cansado mesmo. Mas falando sério, a frequência de atualização da imagem, que na maioria dos monitores e TVs é de 60hz, é o que conta na hora de deixar os movimentos SUAVES no monitor. 

É como se seus olhos recebessem massagens de anjos intergalácticos cantando TOTO-AFRICA pra você. Fora que pra jogar, você verá as coisas acontecendo em uma fração de segundo antes do seu adversário, caso você tenha um monitor gamer, e seu adversário tenha um monitor comum, ele tá ferrado. Ou seja, você ganhando os joguinhos todos. Ou pelo menos tentando bem. E olha, isso não é apenas melhorar a qualidade dos jogos, é melhorar a QUALIDADE DE VIDA. 

Depois de um tempo você percebe bem como cansa menos as vistas, já que tá cansado de viver como um todo mesmo. Não tem motivo pra cansar mais.

Até mexer a setinha do mouse nesse monitor é melhor. Só sentindo pra acreditar.

E assim:

Um monitor 144hz, além de ser melhor pra trabalhar e jogar, é melhor pra ver filmes e séries… e até animes, sei lá bateu saudade…

Voltando: A taxa de atualização da tela garante uma visão CONFORTÁVEL, fazendo a experiência de olhar pro seu monitor parecer uma olhada pela janela. Se você já não quer sair pro rolê, agora mesmo é que não precisa. A vida da pessoa muda. Ela quer beijar seu monitor depois disso. Formar uma família, ter dois cachorros e viajar pro Caribe com seu monitor. Tenho até um amigo que fez isso mesmo. Abraço pra ele.

Agora se você não curte ou não tem o costume de jogar no PC e prefere o bom e velho console, o PS4 Pro é a opção perfeita. O Pro é a mais atual versão do PS4, que além de trazer tudo que o PS4 tem de bom, dá uma boa incorporada nos hardware, oferecendo uma performance muito superior. O negócio é louco demais, uma delícia.

O PS4 em si já é um console que preza muito pela qualidade de imagem, então imaginem o que a versão PRO oferece… Nem digo nada. O cara vai jogar e sair voando. Todo mundo merece uma alegria assim, eu recomendo.

A principal diferença do PS4 para o PS4 Pro certamente é o VISUAL, o que nos dias de hoje, faz muita diferença. Não basta jogar o jogo, você tem que aproveitar tudo dele ao máximo, inclusive os gráficos e animações

Eu quero ver até as rugas de satisfação dos bonequinhos. A versão Pro oferece suporte a imagens 4K e à tecnologia HDR, que está presente nas TVs modernas e que dá uma outra aparência às cores e luzes nos jogos. Eu nunca vi isso funcionando ao vivo, mas parece ser bem interessante… Sei lá, as corzinhas brilhando… Eu gosto.

O PS4 Pro foca na performance, e garante um FPS (taxa de quadros exibidos por segundo na tela) sempre alto, trazendo movimentos perfeitos, transições mais suaves, e garante a alta taxa de frames por segundo, mesmo nas cenas com mais ação, tudo isso em 4K, para deleite de qualquer amante da tecnologia. É de chorar num cantinho emocionado, sério. É ter na sua frente aquela taxa de quadros que você achou que só existia em outros planetas, aquela resolução que talvez seja até melhor que a da vida real. 

Uma coisa que eu gosto é usar o controle do PS4 no PC. Posso afirmar que é o controle perfeito pra jogar emuladores antigos, pelos botões direcionais extremamente macios e numa posição ideal para jogar os clássicos, e ainda tem o touchpad, que funciona no PC e é muito útil em diversos jogos. É provavelmente o único controle que apesar de ser extremamente moderno, mantém a posição clássica dos botões e analógicos, possibilitando jogar jogos antigos da mesma forma que você jogava com controles antigos, aquele gostinho de infância que faz o cara amar cada momento do jogo. Só quem viveu sabe.

Mas assim, se você é ainda mais ousado e aventureiro, ninguém aqui vai te julgar, inclusive tem a opção de teclado e mouse para PS4, que é pra quem quer ter o conforto de jogar no sofá de casa e de vez em quando ver como estão as coisas na internet e até resolver alguns problemas, tudo no console. O PS4 tem suporte a inúmeros apps para que você faça tudo que é tipo de coisa sem ter que ligar o PC, basta ter um adaptador de mouse e teclado para PS4. Zero trabalho, zero problemas.

Agora deixando de lado a tecnologia, e focando no DESIGN, se você é LINDO e gosta de mostrar seu estilo PECULIAR até mesmo na hora de montar seu CANTINHO GAMER, se ligue no estiloso e único CONTROLE DE PS4 DOURADO:

Não posso negar que eu acho bonito e que eu teria só pra guardar ele numa estante de vidro, como se fosse um OSCAR que eu nunca ganhei (ainda). Tudo uma questão de tempo, logo terei os dois. Talvez um Grammy em parceria com Ariana Grande (aquela moça pequena). Um Oscar, um Grammy, e um controle de PS4 dourado. Uma estante perfeita.

Na moral, todo mundo que gosta de joguinhos só quer uma daquelas estantes cheia de videogames de todos os tipos com FITAS DE LED em volta de tudo pra deixar tudo iluminado e bonito. Se tem um console que deixa qualquer estante bonita, é esse…

O PS4 encaixa em qualquer decoração de uma forma sutil e linda. E ainda tem uma linda luz de led que brilha colorido e pode combinar com sua estante gamer, mesmo que ela esteja ainda no início, com zero consoles. Eu por exemplo estou bem no início, mas já dá pra dizer qual o console mais bonito e FASHION. Ainda existem opções de capas de controle e customizações do próprio console, pra você que gosta de tunar seus videogames e rebaixar os consoles pra colar um adesivo escrito CHORA BOY do lado. Cada um com seu gosto, né…

Na minha opinião, o PS4 continua sendo o console dos SAUDOSISTAS. Aquele controle que você pega na mão e já começa a tocar a música que sua mãe ouvia fazendo a faxina pedindo pra você levantar o pezinho. Você praticamente sente o cheiro do Nescau com bisnaguinha, e acaba desligando o videogame, na ilusão de que vai começar Cavaleiros do Zodíaco a qualquer momento. Essa alucinação pode acontecer, cuidado.

Um jogo que eu joguei muito no antigo PS2, chamado SHADOW OF THE COLOSSUS, que na época já parecia ter gráficos COLOSSAIS (com o perdão do trocadilho), foi REMASTERIZADO EM HD (eu adoro essa frase) numa versão exclusiva para PS4. O jogo é de chorar, já que se trata de você num cavalo, com uma espada na mão, tendo que enfrentar um monstro de pedra do tamanho de um prédio de 50 andares, sem exagero. Eu ficava pasmo como o PS2 conseguia ter gráficos tão bons em 2004, e ano passado tive o PRIVILÉGIO de jogar a versão remasterizada…

Mano…

Chega a escorrer uma lágrima só de lembrar. E eu joguei no PS4, não no PS4 Pro. Eu nem sequer tive a SHADOW OF THE COLOSSUS FULL EXPERIENCE SUMMER ELETROHITS 2019, que seria jogar esse jogo maravilhoso em 4K numa tela SUAVE E MACIA. Inclusive esse é o plano para 2020, se tudo der certo. Mesmo assim, posso garantir que essas versões remasterizadas são DE DEUS. E eu ainda nem joguei Resident Evil 2 remasterizado, pois é um queridinho da minha infância, então ainda estou me preparando (eu levo a sério essas parada).

Fora as outras versões remasterizadas que eu precisaria de um dia todo pra falar sobre. Se eu começar a falar de THE LAST OF US, a gente vai chorar abraçado aqui por horas. Logo no primeiro capítulo do jogo, você já cai num cantinho chorando, e de lá não sai mais. Sério, se um dia você quiser me ver emotivo, fala comigo sobre alguma cena de The Last of Us, que na certa vai bater forte…

A única coisa que ainda não experimentei em questão de games foi a tecnologia VR, ou VIRTUAL REALITY. Aqueles óculos bonitos que você coloca e fica futurista. O PS4 hoje é o único console que tem uma tecnologia especialmente feita pra isso, que inclui entre outras possibilidades, a oportunidade única de jogar RESIDENT EVIL com óculos e fones de ouvido, de madrugada, sozinho em casa. 

Praticamente uma auto tortura psicológica que muita gente quer experimentar. Não sabemos porque, mas queremos. E é claro, aqueles vídeos de montanha russa do YouTube que todo mundo já tentou encaixar o celular numa caixinha de papelão e fazer seus próprios óculos em casa. Ou talvez só eu tenha tentado isso. Funciona, só não é muito confortável, tal qual uma montanha russa de verdade.

Pra finalizar (MEU DEUS o texto ficou longo), só deixar claro que o gráfico não é fundamental num jogo, mas já que estamos em 2077, podemos estar cientes de que existe uma experiência gráfica SUPERIOR que você pode atingir jogando videogame, e isso vai muito além da placa de vídeo ou da sua TV. Juntando os aparatos certos, e tendo um console de qualidade, você consegue o nível máximo de clareza e imagens pra chorar feito uma criança que ganhou um tamagotchi em 1997.

Já que os pedreiros já vivem no futuro, porque não os gamers?! O negócio é ter a experiência completa que um videogame pode oferecer.

22 ago 2019

HAEIUEAHEIAUHAEIUAEHIAEUHIU MANO QUE CHAPULETADA FOI ESSA…

Correr de costas é a roleta russa da vida como um todo. A qualquer momento pode dar merda…

22 ago 2019

UAHEUEAHUEAHAEUH ai ai…

Lembrando que SEM CLUBISMO, já que vocês sabem que dos times de São Paulo, eu odeio todos de forma exatamente igual.

Na verdade eu odeio todos os clubes, exceto o que eu torço.

Se meu post for de alguma forma favorável ao Grêmio, aí tá liberado xingar.

22 ago 2019

Se você não viu as partes 1 e 2, veja aqui.

Parte 3:

Aí você pensa: ATÉ ONDE ESSE ABSURDO PODE CHEGAR?

E aí vem a parte 4 e responde:

Agora sim, acho que não tem mais como. A não ser que a parada chegue a um nível INTERGALÁTICO.

Nunca duvide da capacidade de Alberto.

22 ago 2019

Certos serviços não aparecem diretamente no mapa, pra isso existe o Street View.

Se procurar bem você encontra até locadora de VHS que ainda funciona…

Dica via Twitter @Kleyssantos.

Vai filhão!