22 fev 2013

queda

Lembro de uma vez que eu e uns amigos estávamos descendo um barranco em cima de um capô de fusca velho.

Certa hora, o capô bateu numa pedra, e a inércia FDP projetou todos os pirralhos pra frente.

Eu, super esperto, pra não ralar a bunda no chão, pensei: VOU PROTEGÊ-LA COM AS MÃOS.

Foram duas semanas com as mãos em carne viva, sem poder nem comer direito.

Ai, a infância…

Os comentários são via Disqus, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade. Você será banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.