14 mar 2017

Esse vídeo tá rolando desde ontem nas internets afora. Primeiro disseram que era em um necrotério, mas parece que foi gravado mesmo numa escola no Paraná.

Vejam e julguem:

Fake? Não sei, e nem quero saber.

Se tem uma coisa que difere radicalmente os negros dos brancos é esse tipo de cena. Quando um branco está nessa situação em que coisas paranormais começam a acontecer, ele vai lá ver o que é, e acaba morrendo ao ser atacado por um demônio sombrio.

Já um negão na primeira batida daquela porta estaria correndo tão rápido que cruzaria a fronteira do Paraguai em meia hora. Pelo menos ele iria viver pra contar a história.

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade. Você será banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.