24 out 2019

Fala galera, é hoje que vamos tocar no assunto que vários de vocês (talvez não) pediram:  IPhone! Aquele produto que a gente deixa pra comprar na Black Friday e que tem gente que dorme na frente da Apple para comprar. Não julgo. Fazer o que né? Da última vez falamos sobre o PS4 e rendeu bastante a prosa, então dessa vez eu trouxe um bicho maior ainda pra gente conhecer mais. 


Para início de tudo eu quero relembrar com vocês os velhos tempos de TIJOLÃO. Todo mundo deve lembrar a dificuldade que era mandar uma mensagem naquilo. Pra quem tinha dedo gordo que nem o meu, maluco, era uma dificuldade. A pessoa precisava apertar trezentas vezes uma tecla pra chegar numa vírgula. É por isso que até hoje a gente abrevia tudo. A missão de chamar uma cremosa pra sair por SMS era um verdadeiro caos instalado. Tinha que aplicar as técnicas ninjas do resumão em pouquíssimos caracteres. E não tinha segunda chance porque pra corrigir um erro a gente tinha que queimar outro SMS e os créditos acabavam rápido. Era prova de resistência, quem viveu lembra bem. Aquela época era hard. Confesso que ainda sonho com aquele toque polifônico que parecia uma sirene desafinada acordando a gente pra ir trabalhar. Uma vez baixei “Hey Ya” do Outkast. Nas primeiras cinco vezes que tocou foi lindo. Depois eu só queria que Jesus me levasse ao encontro da luz. Aiai, meu primeiro despertador da vida adulta. 

Eu lembro bem de quando apareceu o primeiro iPhone na roda, a galera perdeu a linha com a tecnologia que a Apple apresentou em primeira mão. Ninguém tinha visto nada parecido antes. A gente olhava pro nosso tijolão e dava vontade de construir um puxadinho com ele pra chorar. Pelo menos deu pra usar de peso de porta depois, pois sou muito consciente. 

Imagina só, a gente acostumado com telinha de uma cor só, antena e no máximo 3 opções de joguinhos, aí me aparece um maluco com uma telinha brilhante na mão acessando o ORKUT. Mano do céu, era negro se atirando pra tudo quanto é lado, eu cheguei ouvir que era bruxaria até. Galera tava abismada e eu também. A primeira pesquisada no GOOGLE foi emocionante. Juntou 35 cabeças pra assistir o maluco pesquisar “fotos show do Belo”. Memorável. 

Porém era aquilo, ter um iPhone sempre foi difícil, galera chegava fazer financiamento “meu iPhone minha vida” pra ter um. E até hoje não é algo fácil de comprar não. Eu mesmo esperei a black friday pra comprar o meu e desde então é só o que eu uso. Aliás, black friday é uma boa oportunidade para considerar na hora de comprar qualquer produto que envolva tecnologia. Não precisa nem ser um gênio pra pesquisar antes e ver que os preços melhoram muito nessa época e que tem muita barbada e promoção para aproveitar. Eu geralmente faço um bom giro pela internet antes da data pra já ter uma ideia de preços e condições, que é uma forma de não cair no famoso GOLPINHO. O bom é que os sites estão levando a sério a data aqui e já está dando pra conseguir coisa bem barata.  Eu só compro com desconto mesmo, não vou negar. Até eu ficar bem rico aí talvez até sorteie um iPhone roxo Ah Negão! exclusivo pra vocês. Vou mandar até capinha com o logo do blog. Podem me cobrar, mas primeiro vou comprar um pôster do ator CHAY SUEDES em tamanho real. Espero que entendam as prioridades. 

O ator CHAY SUEDES.

Mas voltando a falar sério: 

O grande lance do iPhone além de pagar de gatão no role é que ele é muito delicia de operar e eu fico GLAMOUROSO demais nas fotos. É isto. Quem discorda é claramente clubista. Aposto que o Steve tá olhando do céu tentando pegar um 4G pra ler este post e compartilhar com 5 contatos até a meia-noite ou um usuário do iPhone morre. 

Mas já que estamos falando das antiguidades também, eu quero lembrar dos JOGUINHOS. Até hoje sou assombrado pela cobrinha que crescia e comia o próprio rabo. Se você se identificou com a história é mera coincidência. Rapaz, aquilo era feito pra você ter ódio. Chegava certo ponto não cabia mais nem a cobra nem minha raiva na tela. Dava nem dez minutos tava lá eu jogando de novo. Algo me diz que aquilo era projetado pra tirar o cidadão do sério. Provavelmente a droga mais forte antes do crack e do miojo galinha caipira. Agora eu entro na Apple Store que nem patrão pra finalmente baixar o jogo que sempre quis jogar fazendo meu cocozinho: MONTE O LOOK DA SUA BARBIE. Talvez meus gostos sejam realmente peculiares, mas existe app para praticamente tudo na Apple Store. Quer um app pra ver como você ficaria com o rosto do Beckenbauer? Olha, deve ter. Mas infelizmente esse ainda não conferi. O ponto é que é uma vantagem grande para quem precisa usar o celular pra tudo. A tecnologia serve pra fazer o homem mais feliz mesmo.

Siri toca despacito, estou alegre hoje. 

Falando em música, aí está outra função que eu uso muito no celular. Por isso a qualidade de áudio e reprodução é importante pra caramba na hora de escolher meu celular de fé. É praticamente impossível pra mim fazer qualquer coisa sem estar ouvindo  Exaltasamba – 25 (Ao Vivo). Aliás, soube que Thiaguinho está solteiro, tomara que ele volte com o Péricles. Um sonho. 

Outra vantagem é nunca estar sozinho. Já conversei com a Siri hoje e a mulher tá cada dia mais inteligente. Esses dias estava me dando conselhos de como adestrar meu cachorro Afonso a não mais puxar as roupas do varal e fazer xixi nelas. Grandes momentos tecnológicos na vida do cidadão. 

E já que falei de se impressionar com tecnologia, vou lembrar também da época que surgiu o primeiro celular com CÂMERA. A gente tirava um retrato naquilo parecia que a cara era construída no Minecraft mas a gente achava a coisa mais incrível já vista na terra. Poder tirar foto da planta da sua mãe no pátio e dizer que é fotógrafo? Um luxo almejado pelos jovens na época. Lembro de quando um amigo comprou um e levou pra mostrar pra galera. No mesmo dia jogaram o malandro da piscina com celular e tudo. Rapaz… Foi um luto de 3 meses na roda. Dava pra ver o sofrimento no rosto do moleque. Triste dia. Mas falando de qualidade de foto, hoje com as câmeras dos celulares atuais até eu fico bonito. Você olha pra foto e pensa: DONO DE TRÊS MERCADOS. FINO. ELEGANTE. MODELO. VITÓRIO SECRETO. Você sai bonito até de bermudinha speed tactel com bonézinho da eleição de 94. Ou talvez eu saia mais feio só que em ótima qualidade. Mas é incrível como já dispensa o uso de câmeras profissionais pra se ter uma foto bacana. Você tem sempre a facilidade de estar preparado pra flagrar um cachorro andando de tênis em HD, vejam só. Ou talvez também fazer uns bons vídeos pra tentar a carreira de youtuber no ramo do hortifruti ensinando a plantar vários legumes. Você que sabe, jovem. O mundo está em suas mãos. Mas sobre eu sair bonito, depende de quanto você bebeu no dia.

Meninas sigam meu insta.

Em todo caso, peguei o iPhonão pela garantia de foto show de bola, vídeo show de bola e claro porque não: ser lindo. 

Eu também analiso e aprecio muitos outros pontos quando vou investir nisso.

As vantagens e desvantagens na hora de escolher o celular sempre aparecem, mas eu dou muito valor pra quando é GOSTOSO de usar. Sabe aquele aparelho que não vai te cansar, que não vai te fazer ter vontade de atirar na cabeça do seu colega porque ele te mandou 46 figurinhas no ZAP e travou tudo? Então, é basicamente não querer passar RAIVA. Galera do Android pode ficar chateada agora, não guardo mágoas, mas o iOS é uma DELÍCIA. A simplicidade, navegação intuitiva, os gráficos, as cores… Sei lá, eu gosto muito. A interface é bonita pra caramba e muito  bom pra uso diário. Flui tranquilo. Tem todas as vantagens também de conversar com os outros dispositivos da Apple, o que agiliza muita coisa pra galera que trabalha com eles. Parece que tudo se ajusta no olho, devem ser os ETs ajudando. Eu vou escrever uma carta pro senhor Carlos Apple questionando a respeito. Espero obter resposta imediata.

Mas agora sério, a verdade é que pra mim a regra é clara: 

Não adianta me apresentar 78892 coisas no celular se não tiver como operar bem. Velocidade, facilidade e opções bacanas são coisas que eu gosto muito de levar em consideração quando vou comprar qualquer aparelho. Estou no meu terceiro iPhone de black friday (sim, isso mesmo) e sigo muito satisfeito. O meu bichinho desliza, suave AO TOQUE que nem a pele da minha cremosa. E olha que a pele da minha cremosa é realmente cremosa. E já que falei disso, vamos combinar um negócio aqui também né, rapaziada: É BONITO ESSE CELULAR. Não adianta me dizer que não dá um estilo, pois dá.  Eu agora que me considero MESTRE APRECIADOR DE BELEZAS DO DESIGN pois assisti 35x cada temporada de Rupaul’s Drag Race posso afirmar que SIM o iPhone é BELÍSSIMO.

Assistir vídeos no celular também é algo que muita gente faz e que fica muito mais gostoso quando a tela é do tamanho de uma tábua de cortar carne. Assim a gente já até economiza de comprar uma TV… amigos, só vantagens. Tirando a zueira, tela grande é bom mesmo, principalmente para grupos específicos de usuários de iPhone como: 

  •       Blogueiros de dedo gordo 
  •       Senhoras de mais de 60 anos com catarata
  •       Apreciadores de vídeos de cachorro
  •       Fãs da rapper Cardi B
  •       Pessoas com pelo menos 1 olho
  •       Budistas

 Se você se enquadra em pelo menos um desses grupos, bem-vindo ao meu mundo, eu serei seu guia. 

Quando é pra analisar hardware, sempre digo que quero um DE PESO, responsa mesmo e que não me deixe na mão quando preciso.  O software tem que ser levinho, assim dá pra usar sem travar em coisas mais pesadas como edição de vídeos ou os jogos. Nada pode deixar o ser humano mais furioso que travar o joguinho no meio da melhor parte. Falando em software, essa também é uma vantagem do iOS, já que a Apple sempre oferece atualizações e suporte, o que evita de deixar a gente operando em algo já ultrapassado. E claro, abre menos brecha na segurança. E como todo mundo sabe, nem sempre vai dar pra ficar trocando de celular, então durabilidade é importante pra caramba na hora de escolher. 


Dá pra explorar várias outras funcionalidade dos celulares modernos, mas eu deixo pros jovens me ajudarem a descobrir aos poucos as maravilhas dos SMARTPHONES e seus aplicativos de dublagem que só são realmente legais quando um cachorro aparece tomando um leve tombo. Eu amo cachorro. 

A minha experiência como usuário de iPhone vem sendo muito boa, eu já estou até apegado no meu. O chamei de Valdir. Nunca me decepcionou, grande Valdir. Mas sei que é chegada a hora de trocar por um novo e é por isso que já estou esperando a fabulosa black friday chegar pra não moscar e perder os descontos.

22 fev 2013

Imagina só ganhar um Macbook, ou um iPod apenas postando uma foto no Instagram?

Pois é exatamente isso que a Fnac está oferecendo pra vocês nesse retorno às aulas!

Você tem a chance de levar esses prêmios apenas postando uma foto legal de suas férias com a hashtag #FnacVoltaAsAulas.

fnac

Basta se cadastrar clicando aqui, e postar sua melhor foto dessas férias, usando a tag.

As 10 fotos mais curtidas no Instagram serão finalistas, onde as 3 melhores, escolhidas por um juri, levarão os prêmios.

Importante avisar que você deve postar uma foto que você tirou, não vale pegar foto dos outros.

O vencedor leva um Macbook Air, o segundo colocado leva um iPod Nano, e o terceiro, um iPod Shuffle.

Cadastre-se agora e participe (até 18/03/2013).

29 ago 2012

Achei esse post um pouco sério. Então, vamos voltar ao velho clima com essa imagem:

Bem melhor agora né?