24 out 2019

Fala galera, é hoje que vamos tocar no assunto que vários de vocês (talvez não) pediram:  IPhone! Aquele produto que a gente deixa pra comprar na Black Friday e que tem gente que dorme na frente da Apple para comprar. Não julgo. Fazer o que né? Da última vez falamos sobre o PS4 e rendeu bastante a prosa, então dessa vez eu trouxe um bicho maior ainda pra gente conhecer mais. 


Para início de tudo eu quero relembrar com vocês os velhos tempos de TIJOLÃO. Todo mundo deve lembrar a dificuldade que era mandar uma mensagem naquilo. Pra quem tinha dedo gordo que nem o meu, maluco, era uma dificuldade. A pessoa precisava apertar trezentas vezes uma tecla pra chegar numa vírgula. É por isso que até hoje a gente abrevia tudo. A missão de chamar uma cremosa pra sair por SMS era um verdadeiro caos instalado. Tinha que aplicar as técnicas ninjas do resumão em pouquíssimos caracteres. E não tinha segunda chance porque pra corrigir um erro a gente tinha que queimar outro SMS e os créditos acabavam rápido. Era prova de resistência, quem viveu lembra bem. Aquela época era hard. Confesso que ainda sonho com aquele toque polifônico que parecia uma sirene desafinada acordando a gente pra ir trabalhar. Uma vez baixei “Hey Ya” do Outkast. Nas primeiras cinco vezes que tocou foi lindo. Depois eu só queria que Jesus me levasse ao encontro da luz. Aiai, meu primeiro despertador da vida adulta. 

Eu lembro bem de quando apareceu o primeiro iPhone na roda, a galera perdeu a linha com a tecnologia que a Apple apresentou em primeira mão. Ninguém tinha visto nada parecido antes. A gente olhava pro nosso tijolão e dava vontade de construir um puxadinho com ele pra chorar. Pelo menos deu pra usar de peso de porta depois, pois sou muito consciente. 

Imagina só, a gente acostumado com telinha de uma cor só, antena e no máximo 3 opções de joguinhos, aí me aparece um maluco com uma telinha brilhante na mão acessando o ORKUT. Mano do céu, era negro se atirando pra tudo quanto é lado, eu cheguei ouvir que era bruxaria até. Galera tava abismada e eu também. A primeira pesquisada no GOOGLE foi emocionante. Juntou 35 cabeças pra assistir o maluco pesquisar “fotos show do Belo”. Memorável. 

Porém era aquilo, ter um iPhone sempre foi difícil, galera chegava fazer financiamento “meu iPhone minha vida” pra ter um. E até hoje não é algo fácil de comprar não. Eu mesmo esperei a black friday pra comprar o meu e desde então é só o que eu uso. Aliás, black friday é uma boa oportunidade para considerar na hora de comprar qualquer produto que envolva tecnologia. Não precisa nem ser um gênio pra pesquisar antes e ver que os preços melhoram muito nessa época e que tem muita barbada e promoção para aproveitar. Eu geralmente faço um bom giro pela internet antes da data pra já ter uma ideia de preços e condições, que é uma forma de não cair no famoso GOLPINHO. O bom é que os sites estão levando a sério a data aqui e já está dando pra conseguir coisa bem barata.  Eu só compro com desconto mesmo, não vou negar. Até eu ficar bem rico aí talvez até sorteie um iPhone roxo Ah Negão! exclusivo pra vocês. Vou mandar até capinha com o logo do blog. Podem me cobrar, mas primeiro vou comprar um pôster do ator CHAY SUEDES em tamanho real. Espero que entendam as prioridades. 

O ator CHAY SUEDES.

Mas voltando a falar sério: 

O grande lance do iPhone além de pagar de gatão no role é que ele é muito delicia de operar e eu fico GLAMOUROSO demais nas fotos. É isto. Quem discorda é claramente clubista. Aposto que o Steve tá olhando do céu tentando pegar um 4G pra ler este post e compartilhar com 5 contatos até a meia-noite ou um usuário do iPhone morre. 

Mas já que estamos falando das antiguidades também, eu quero lembrar dos JOGUINHOS. Até hoje sou assombrado pela cobrinha que crescia e comia o próprio rabo. Se você se identificou com a história é mera coincidência. Rapaz, aquilo era feito pra você ter ódio. Chegava certo ponto não cabia mais nem a cobra nem minha raiva na tela. Dava nem dez minutos tava lá eu jogando de novo. Algo me diz que aquilo era projetado pra tirar o cidadão do sério. Provavelmente a droga mais forte antes do crack e do miojo galinha caipira. Agora eu entro na Apple Store que nem patrão pra finalmente baixar o jogo que sempre quis jogar fazendo meu cocozinho: MONTE O LOOK DA SUA BARBIE. Talvez meus gostos sejam realmente peculiares, mas existe app para praticamente tudo na Apple Store. Quer um app pra ver como você ficaria com o rosto do Beckenbauer? Olha, deve ter. Mas infelizmente esse ainda não conferi. O ponto é que é uma vantagem grande para quem precisa usar o celular pra tudo. A tecnologia serve pra fazer o homem mais feliz mesmo.

Siri toca despacito, estou alegre hoje. 

Falando em música, aí está outra função que eu uso muito no celular. Por isso a qualidade de áudio e reprodução é importante pra caramba na hora de escolher meu celular de fé. É praticamente impossível pra mim fazer qualquer coisa sem estar ouvindo  Exaltasamba – 25 (Ao Vivo). Aliás, soube que Thiaguinho está solteiro, tomara que ele volte com o Péricles. Um sonho. 

Outra vantagem é nunca estar sozinho. Já conversei com a Siri hoje e a mulher tá cada dia mais inteligente. Esses dias estava me dando conselhos de como adestrar meu cachorro Afonso a não mais puxar as roupas do varal e fazer xixi nelas. Grandes momentos tecnológicos na vida do cidadão. 

E já que falei de se impressionar com tecnologia, vou lembrar também da época que surgiu o primeiro celular com CÂMERA. A gente tirava um retrato naquilo parecia que a cara era construída no Minecraft mas a gente achava a coisa mais incrível já vista na terra. Poder tirar foto da planta da sua mãe no pátio e dizer que é fotógrafo? Um luxo almejado pelos jovens na época. Lembro de quando um amigo comprou um e levou pra mostrar pra galera. No mesmo dia jogaram o malandro da piscina com celular e tudo. Rapaz… Foi um luto de 3 meses na roda. Dava pra ver o sofrimento no rosto do moleque. Triste dia. Mas falando de qualidade de foto, hoje com as câmeras dos celulares atuais até eu fico bonito. Você olha pra foto e pensa: DONO DE TRÊS MERCADOS. FINO. ELEGANTE. MODELO. VITÓRIO SECRETO. Você sai bonito até de bermudinha speed tactel com bonézinho da eleição de 94. Ou talvez eu saia mais feio só que em ótima qualidade. Mas é incrível como já dispensa o uso de câmeras profissionais pra se ter uma foto bacana. Você tem sempre a facilidade de estar preparado pra flagrar um cachorro andando de tênis em HD, vejam só. Ou talvez também fazer uns bons vídeos pra tentar a carreira de youtuber no ramo do hortifruti ensinando a plantar vários legumes. Você que sabe, jovem. O mundo está em suas mãos. Mas sobre eu sair bonito, depende de quanto você bebeu no dia.

Meninas sigam meu insta.

Em todo caso, peguei o iPhonão pela garantia de foto show de bola, vídeo show de bola e claro porque não: ser lindo. 

Eu também analiso e aprecio muitos outros pontos quando vou investir nisso.

As vantagens e desvantagens na hora de escolher o celular sempre aparecem, mas eu dou muito valor pra quando é GOSTOSO de usar. Sabe aquele aparelho que não vai te cansar, que não vai te fazer ter vontade de atirar na cabeça do seu colega porque ele te mandou 46 figurinhas no ZAP e travou tudo? Então, é basicamente não querer passar RAIVA. Galera do Android pode ficar chateada agora, não guardo mágoas, mas o iOS é uma DELÍCIA. A simplicidade, navegação intuitiva, os gráficos, as cores… Sei lá, eu gosto muito. A interface é bonita pra caramba e muito  bom pra uso diário. Flui tranquilo. Tem todas as vantagens também de conversar com os outros dispositivos da Apple, o que agiliza muita coisa pra galera que trabalha com eles. Parece que tudo se ajusta no olho, devem ser os ETs ajudando. Eu vou escrever uma carta pro senhor Carlos Apple questionando a respeito. Espero obter resposta imediata.

Mas agora sério, a verdade é que pra mim a regra é clara: 

Não adianta me apresentar 78892 coisas no celular se não tiver como operar bem. Velocidade, facilidade e opções bacanas são coisas que eu gosto muito de levar em consideração quando vou comprar qualquer aparelho. Estou no meu terceiro iPhone de black friday (sim, isso mesmo) e sigo muito satisfeito. O meu bichinho desliza, suave AO TOQUE que nem a pele da minha cremosa. E olha que a pele da minha cremosa é realmente cremosa. E já que falei disso, vamos combinar um negócio aqui também né, rapaziada: É BONITO ESSE CELULAR. Não adianta me dizer que não dá um estilo, pois dá.  Eu agora que me considero MESTRE APRECIADOR DE BELEZAS DO DESIGN pois assisti 35x cada temporada de Rupaul’s Drag Race posso afirmar que SIM o iPhone é BELÍSSIMO.

Assistir vídeos no celular também é algo que muita gente faz e que fica muito mais gostoso quando a tela é do tamanho de uma tábua de cortar carne. Assim a gente já até economiza de comprar uma TV… amigos, só vantagens. Tirando a zueira, tela grande é bom mesmo, principalmente para grupos específicos de usuários de iPhone como: 

  •       Blogueiros de dedo gordo 
  •       Senhoras de mais de 60 anos com catarata
  •       Apreciadores de vídeos de cachorro
  •       Fãs da rapper Cardi B
  •       Pessoas com pelo menos 1 olho
  •       Budistas

 Se você se enquadra em pelo menos um desses grupos, bem-vindo ao meu mundo, eu serei seu guia. 

Quando é pra analisar hardware, sempre digo que quero um DE PESO, responsa mesmo e que não me deixe na mão quando preciso.  O software tem que ser levinho, assim dá pra usar sem travar em coisas mais pesadas como edição de vídeos ou os jogos. Nada pode deixar o ser humano mais furioso que travar o joguinho no meio da melhor parte. Falando em software, essa também é uma vantagem do iOS, já que a Apple sempre oferece atualizações e suporte, o que evita de deixar a gente operando em algo já ultrapassado. E claro, abre menos brecha na segurança. E como todo mundo sabe, nem sempre vai dar pra ficar trocando de celular, então durabilidade é importante pra caramba na hora de escolher. 


Dá pra explorar várias outras funcionalidade dos celulares modernos, mas eu deixo pros jovens me ajudarem a descobrir aos poucos as maravilhas dos SMARTPHONES e seus aplicativos de dublagem que só são realmente legais quando um cachorro aparece tomando um leve tombo. Eu amo cachorro. 

A minha experiência como usuário de iPhone vem sendo muito boa, eu já estou até apegado no meu. O chamei de Valdir. Nunca me decepcionou, grande Valdir. Mas sei que é chegada a hora de trocar por um novo e é por isso que já estou esperando a fabulosa black friday chegar pra não moscar e perder os descontos.

11 out 2019

A seleção de camisetas de hoje foi feita especialmente por MIM, baseado no que eu curto e o que eu acho que vocês vão curtir.

E como sou legal, também liberei um cupom personalizado de 10% de desconto. Só digitar EDILEUSO no espaço de cupom de desconto e ganhar 10% OFF.

Clique nas camisetas ou aqui pra conferir:

22 ago 2019

Bora tirar um espaço aqui do blog pra falar de TECNOLOGIA, mais precisamente pra galera que curte games de qualidade, não só na jogabilidade, mas nos GRÁFICOS.

Quando pensamos em gráficos, já se pensa em placa de vídeo, ou em um console de ponta, mas não se fala muito na qualidade da TELA que vai mostrar o que essa parada toda pode fazer. Pegar uma super máquina tunada e equipada, com motor V8, resolução 50K, 7 placas de vídeo, e ligar essa parafernalha toda num monitor comum, é praticamente o mesmo que ter uma Ferrari e só poder dirigir na rua de casa. O monitor faz toda a diferença na qualidade da imagem final, aquela que seus olhos enxergam.

Eu sei que muita gente não sabe das vantagens de ter um monitor gamer em casa. Eu mesmo não fazia ideia de que precisava de algo assim pra seguir FELIZ. A vida da pessoa muda no dia que ela percebe a diferença entre um monitor de alta frequência e um monitor comum. É como beijar seu professor de geografia e depois beijar a Rihanna.

E vejam bem, “Gamer” é só um jeito de falar, porque a melhor parte de ter um monitor 144hz, na minha humilde opinião, é essa:

Isso aqui, galera, é qualidade e SAÚDE, porque cansa menos seus olhos. E quando você já comeu três pacotes de bolacha e cinco litros de refri jogando, é porque você tá cansado mesmo. Mas falando sério, a frequência de atualização da imagem, que na maioria dos monitores e TVs é de 60hz, é o que conta na hora de deixar os movimentos SUAVES no monitor. 

É como se seus olhos recebessem massagens de anjos intergalácticos cantando TOTO-AFRICA pra você. Fora que pra jogar, você verá as coisas acontecendo em uma fração de segundo antes do seu adversário, caso você tenha um monitor gamer, e seu adversário tenha um monitor comum, ele tá ferrado. Ou seja, você ganhando os joguinhos todos. Ou pelo menos tentando bem. E olha, isso não é apenas melhorar a qualidade dos jogos, é melhorar a QUALIDADE DE VIDA. 

Depois de um tempo você percebe bem como cansa menos as vistas, já que tá cansado de viver como um todo mesmo. Não tem motivo pra cansar mais.

Até mexer a setinha do mouse nesse monitor é melhor. Só sentindo pra acreditar.

E assim:

Um monitor 144hz, além de ser melhor pra trabalhar e jogar, é melhor pra ver filmes e séries… e até animes, sei lá bateu saudade…

Voltando: A taxa de atualização da tela garante uma visão CONFORTÁVEL, fazendo a experiência de olhar pro seu monitor parecer uma olhada pela janela. Se você já não quer sair pro rolê, agora mesmo é que não precisa. A vida da pessoa muda. Ela quer beijar seu monitor depois disso. Formar uma família, ter dois cachorros e viajar pro Caribe com seu monitor. Tenho até um amigo que fez isso mesmo. Abraço pra ele.

Agora se você não curte ou não tem o costume de jogar no PC e prefere o bom e velho console, o PS4 Pro é a opção perfeita. O Pro é a mais atual versão do PS4, que além de trazer tudo que o PS4 tem de bom, dá uma boa incorporada nos hardware, oferecendo uma performance muito superior. O negócio é louco demais, uma delícia.

O PS4 em si já é um console que preza muito pela qualidade de imagem, então imaginem o que a versão PRO oferece… Nem digo nada. O cara vai jogar e sair voando. Todo mundo merece uma alegria assim, eu recomendo.

A principal diferença do PS4 para o PS4 Pro certamente é o VISUAL, o que nos dias de hoje, faz muita diferença. Não basta jogar o jogo, você tem que aproveitar tudo dele ao máximo, inclusive os gráficos e animações

Eu quero ver até as rugas de satisfação dos bonequinhos. A versão Pro oferece suporte a imagens 4K e à tecnologia HDR, que está presente nas TVs modernas e que dá uma outra aparência às cores e luzes nos jogos. Eu nunca vi isso funcionando ao vivo, mas parece ser bem interessante… Sei lá, as corzinhas brilhando… Eu gosto.

O PS4 Pro foca na performance, e garante um FPS (taxa de quadros exibidos por segundo na tela) sempre alto, trazendo movimentos perfeitos, transições mais suaves, e garante a alta taxa de frames por segundo, mesmo nas cenas com mais ação, tudo isso em 4K, para deleite de qualquer amante da tecnologia. É de chorar num cantinho emocionado, sério. É ter na sua frente aquela taxa de quadros que você achou que só existia em outros planetas, aquela resolução que talvez seja até melhor que a da vida real. 

Uma coisa que eu gosto é usar o controle do PS4 no PC. Posso afirmar que é o controle perfeito pra jogar emuladores antigos, pelos botões direcionais extremamente macios e numa posição ideal para jogar os clássicos, e ainda tem o touchpad, que funciona no PC e é muito útil em diversos jogos. É provavelmente o único controle que apesar de ser extremamente moderno, mantém a posição clássica dos botões e analógicos, possibilitando jogar jogos antigos da mesma forma que você jogava com controles antigos, aquele gostinho de infância que faz o cara amar cada momento do jogo. Só quem viveu sabe.

Mas assim, se você é ainda mais ousado e aventureiro, ninguém aqui vai te julgar, inclusive tem a opção de teclado e mouse para PS4, que é pra quem quer ter o conforto de jogar no sofá de casa e de vez em quando ver como estão as coisas na internet e até resolver alguns problemas, tudo no console. O PS4 tem suporte a inúmeros apps para que você faça tudo que é tipo de coisa sem ter que ligar o PC, basta ter um adaptador de mouse e teclado para PS4. Zero trabalho, zero problemas.

Agora deixando de lado a tecnologia, e focando no DESIGN, se você é LINDO e gosta de mostrar seu estilo PECULIAR até mesmo na hora de montar seu CANTINHO GAMER, se ligue no estiloso e único CONTROLE DE PS4 DOURADO:

Não posso negar que eu acho bonito e que eu teria só pra guardar ele numa estante de vidro, como se fosse um OSCAR que eu nunca ganhei (ainda). Tudo uma questão de tempo, logo terei os dois. Talvez um Grammy em parceria com Ariana Grande (aquela moça pequena). Um Oscar, um Grammy, e um controle de PS4 dourado. Uma estante perfeita.

Na moral, todo mundo que gosta de joguinhos só quer uma daquelas estantes cheia de videogames de todos os tipos com FITAS DE LED em volta de tudo pra deixar tudo iluminado e bonito. Se tem um console que deixa qualquer estante bonita, é esse…

O PS4 encaixa em qualquer decoração de uma forma sutil e linda. E ainda tem uma linda luz de led que brilha colorido e pode combinar com sua estante gamer, mesmo que ela esteja ainda no início, com zero consoles. Eu por exemplo estou bem no início, mas já dá pra dizer qual o console mais bonito e FASHION. Ainda existem opções de capas de controle e customizações do próprio console, pra você que gosta de tunar seus videogames e rebaixar os consoles pra colar um adesivo escrito CHORA BOY do lado. Cada um com seu gosto, né…

Na minha opinião, o PS4 continua sendo o console dos SAUDOSISTAS. Aquele controle que você pega na mão e já começa a tocar a música que sua mãe ouvia fazendo a faxina pedindo pra você levantar o pezinho. Você praticamente sente o cheiro do Nescau com bisnaguinha, e acaba desligando o videogame, na ilusão de que vai começar Cavaleiros do Zodíaco a qualquer momento. Essa alucinação pode acontecer, cuidado.

Um jogo que eu joguei muito no antigo PS2, chamado SHADOW OF THE COLOSSUS, que na época já parecia ter gráficos COLOSSAIS (com o perdão do trocadilho), foi REMASTERIZADO EM HD (eu adoro essa frase) numa versão exclusiva para PS4. O jogo é de chorar, já que se trata de você num cavalo, com uma espada na mão, tendo que enfrentar um monstro de pedra do tamanho de um prédio de 50 andares, sem exagero. Eu ficava pasmo como o PS2 conseguia ter gráficos tão bons em 2004, e ano passado tive o PRIVILÉGIO de jogar a versão remasterizada…

Mano…

Chega a escorrer uma lágrima só de lembrar. E eu joguei no PS4, não no PS4 Pro. Eu nem sequer tive a SHADOW OF THE COLOSSUS FULL EXPERIENCE SUMMER ELETROHITS 2019, que seria jogar esse jogo maravilhoso em 4K numa tela SUAVE E MACIA. Inclusive esse é o plano para 2020, se tudo der certo. Mesmo assim, posso garantir que essas versões remasterizadas são DE DEUS. E eu ainda nem joguei Resident Evil 2 remasterizado, pois é um queridinho da minha infância, então ainda estou me preparando (eu levo a sério essas parada).

Fora as outras versões remasterizadas que eu precisaria de um dia todo pra falar sobre. Se eu começar a falar de THE LAST OF US, a gente vai chorar abraçado aqui por horas. Logo no primeiro capítulo do jogo, você já cai num cantinho chorando, e de lá não sai mais. Sério, se um dia você quiser me ver emotivo, fala comigo sobre alguma cena de The Last of Us, que na certa vai bater forte…

A única coisa que ainda não experimentei em questão de games foi a tecnologia VR, ou VIRTUAL REALITY. Aqueles óculos bonitos que você coloca e fica futurista. O PS4 hoje é o único console que tem uma tecnologia especialmente feita pra isso, que inclui entre outras possibilidades, a oportunidade única de jogar RESIDENT EVIL com óculos e fones de ouvido, de madrugada, sozinho em casa. 

Praticamente uma auto tortura psicológica que muita gente quer experimentar. Não sabemos porque, mas queremos. E é claro, aqueles vídeos de montanha russa do YouTube que todo mundo já tentou encaixar o celular numa caixinha de papelão e fazer seus próprios óculos em casa. Ou talvez só eu tenha tentado isso. Funciona, só não é muito confortável, tal qual uma montanha russa de verdade.

Pra finalizar (MEU DEUS o texto ficou longo), só deixar claro que o gráfico não é fundamental num jogo, mas já que estamos em 2077, podemos estar cientes de que existe uma experiência gráfica SUPERIOR que você pode atingir jogando videogame, e isso vai muito além da placa de vídeo ou da sua TV. Juntando os aparatos certos, e tendo um console de qualidade, você consegue o nível máximo de clareza e imagens pra chorar feito uma criança que ganhou um tamagotchi em 1997.

Já que os pedreiros já vivem no futuro, porque não os gamers?! O negócio é ter a experiência completa que um videogame pode oferecer.

16 jul 2019

A dica de jogo de hoje é One Punch Man: Road To Hero, um card RPG com mais de 50 personagens do anime, com áudios oficiais da primeira temporada do anime, com a segunda temporada a ser adicionada em breve…

O jogo conta com modo PvP, para que você enfrente outros jogadores, explorando uma ótima mecânica de pontos fracos e fortes dos personagens.

Se achou interessante, só clicar aqui e se cadastrar.